fbpx
domingo , 9 dezembro 2018

Convênio da Prefeitura com o Instituto Roberto Costa trata crianças com homeopatia

Vacina homeopataMais de 21 mil crianças atendidas no Programa de Saúde da Família (PSF) estão recebendo tratamento com vacinas homeopáticas (nosódios) para a prevenção de infecções respiratórias agudas. O medicamento é distribuído gratuitamente pelas 44 equipes de PSFs existentes no município, por meio da parceria entre a Prefeitura e o Instituto Roberto Costa, em projeto lançado pelo prefeito Rubens Bomtempo, entre o fim de 2004 e o início de 2005. Um estudo feito nos últimos cinco anos revelou que as crianças que tomaram o nosódio adoeceram 75% menos que as outras que não tomaram.

“O convênio da Prefeitura com o Instituto Roberto Costa, firmado em 2005, foi o primeiro do Brasil a oferecer, pelo SUS, a medicina alternativa. Estes números mostram que o quanto esta parceria deu certo”, lembrou o prefeito Rubens Bomtempo, que lançou a ideia no início de seu segundo mandato como prefeito.

“Esse projeto começou já com uma boa aceitação. Em 2013, o projeto avançou para todas as 44 equipes de Saúde da Família e percebemos que é uma iniciativa interessante, que vem trazendo bons resultados no cuidado e no atendimento às nossas crianças”, disse o secretário de Saúde, Marcus Curvelo.

A pesquisa com as crianças dos PSFs foi publicada este mês em uma conceituada revista inglesa chamada “Homeopathy – The Journal of the Faculty of Homeopathy”. “A pesquisa foi tese de uma aluna da Universidade Federal do Rio de Janeiro. Em 2004, tanto a UFRJ e a Fiocruz eram parceiras no projeto”, disse o diretor do Instituto Roberto Costa, Carlos Lyrio. “O trabalho nos PSFs é muito positivo e tem um retorno muito bom das mães que vão aos postos procurar a vacina”, disse.

Os medicamentos são elaborados no próprio instituto e distribuídos uma vez por ano. São ministrados nas crianças de zero a 12 anos, faixa de idade onde há maior incidência de doenças respiratórias. “A criança que tem quatro episódios de gripe por ano passa a ter apenas um quando começa a tomar a vacina”, explicou Carlos Lyrio, acrescentando que todas as equipes de PSFs passam por capacitação e treinamento sobre o uso dos nosódios.

Acupuntura e Pós-graduação em Naturopatia – A parceria entre a Prefeitura e o Instituto Roberto Costa vai levar para a rede municipal de saúde também a acupuntura no tratamento dos pacientes. O tratamento será feito no próprio instituto de forma referenciada pela Central Ambulatorial.

“Estamos na fase de credenciar o tratamento no Ministério da Saúde para podermos iniciar os atendimentos. As unidades de saúde irão referenciar os pacientes que serão atendidos aqui no instituto”, explicou Carlos Lyrio. “Essa é uma iniciativa que consolida o trabalho que já desenvolvemos na rede”, frisou o prefeito Rubens Bomtempo.

Outra novidade é o início do curso de pós-graduação em Naturopatia – Práticas Integrativas e Complementares em Saúde (PICS) para os profissionais da rede municipal de saúde. O curso é uma parceria entre a Prefeitura e o Instituto Roberto Costa, sendo ministrado pela Faculdades Integradas Espírita do Paraná.

“A ideia é que os profissionais da rede usem o aprendizado nas unidades de saúde do município. Eles estarão sendo treinados em práticas integrativas, que unem ecologia e espiritualidade, nutrição natural, nutracêuticos e farmacêuticos, técnicas corporais, práticas holísticas, entre outros”, disse. O curso tem duração de 18 meses e começa em março.

Fonte: Ascom PMP

@canalpetropolis

Banner mega