sexta-feira , 4 agosto 2017

Câmara Municipal aprova reposição salarial de 8,54% aos servidores

Camara dos Vereadores Julio FonsecaA proposta do governo municipal de garantir 8,54% de recomposição salarial para os servidores municipais ativos e inativos foi aprovada na Câmara Municipal, na noite de quinta-feira (14/4), por nove votos a favor, um voto contrário, quatro abstenções e uma ausência. Parte dessa reposição (2,34%) será paga a partir de julho, e o restante (6,2%), a partir de janeiro.

A recomposição foi garantida com os votos dos vereadores Jorginho Banerge, Luizinho Sorriso, Meirelles, Montanha, Pastor Sebastião, Ronaldão, Ronaldo Ramos, Roni Medeiros e Thiago Damaceno. O vereador Vadinho não pôde comparecer à sessão e justificou a ausência.

O vereador Anderson Juliano votou contra a reposição de 8,54%. Os vereadores Paulo Igor, Gilda Beatriz, Silmar Fortes e Maurinho Branco se abstiveram.

“Quando vemos a situação global, de crise econômica no país, com o governo do estado atrasando o pagamento dos funcionários, fica claro que é uma vitória estarmos em Petrópolis com essa reposição de 8,54% para os servidores. Até mesmo porque a Prefeitura vem pagando em dia os servidores, o que não acontece em muitos municípios e estados do país”, disse o vereador Thiago Damaceno, líder do governo na Câmara.

“Na condição nacional de hoje, muita gente não sabe se vai continuar empregada. O servidor público tem uma estabilidade que nenhuma outra carreira tem. Eu sei que muitos servidores precisam dessa reposição. Sei da necessidade dos menos favorecidos. Sei da necessidade de quem recebe um salário”, disse o vereador Roni Medeiros, que votou a favor da reposição.

A Prefeitura chegou ao percentual de recomposição (8,54%) em negociação com o Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Petrópolis (Sisep). “Dentro da conjuntura do país e do Estado, essa reposição mantém uma política de avanço para os servidores públicos. Além disso, mesmo com a crise econômica que o país vive, Petrópolis não atrasou salários”, disse o presidente do Sisep, Oswaldo Magalhães.

A atual gestão do prefeito Rubens Bomtempo vem garantindo ganhos importantes para os servidores. Em 2013, o funcionalismo teve reajuste de 8%, acima da inflação oficial do país nos 12 meses anteriores (6,7%). Em 2014, o reajuste foi de 8%, também acima da inflação do período (6,52%). Em 2015, o reajuste foi concedido em duas etapas – 4% em julho e 4% em janeiro do ano seguinte. Agora, em 2016, a Prefeitura garante essa reposição inflacionária de 8,54%, também dividida em duas etapas.

Fonte: Ascom PMP

@canalpetropolis

Banner mega