domingo , 27 maio 2018

Crônica de Domingo – Esquerda, vou ver!

cronica 76Esquerda, vou ver! (Edição Nº 76, de 16-10-2016)
© Adolfo Breder

Estamos vivendo domingos de muitas emoções. Em todo o país, surfando nas ondas políticas da crise instalada, tivemos que fazer escolhas que nos afetam diretamente. Definir os nossos representantes no poder local. Prefeitos competentes não se reelegeram, provavelmente pelo peso de suas legendas, como o Haddad. Outros espetaculosos e olímpicos não fizeram seu sucessor. Imagino que devem estar contando suas piadinhas à beira da Lagoa de Maricá!

A maturidade da nossa democracia passa pela nossa atitude vigilante sobre os mandatos, que muitos políticos acreditam serem prêmios conquistados por quatro anos. Apropriam-se da representatividade em nome de seus eleitores e traçam planos descolados de suas promessas, em conluio com seus pares.
Por outro lado, nós eleitores, passadas algumas semanas, esquecemos até em quem votamos. Adotei a prática de anotar na capa da minha agenda, em letras garrafais os nomes escolhidos.

Acompanho os seus passos. Votei num vereador que foi eleito. O meu candidato a prefeito vai a segundo turno. Se ganhar, ótimo. Vou registrar o seu nome e as propostas. Se o outro for o vitorioso, será o foco da minha vigilância.

Fico pensando: não vivo no estado ou no país, arrumações políticas abstratas. Vivo na minha cidade, no meu bairro, na minha rua. Estas instâncias me afetam diretamente.

Na campanha do segundo turno, vejo os candidatos dando alfinetadas nos oponentes na tentativa de sangrar seus estoques de credibilidade. E, aqueles que têm medo de mostrar-se por inteiro e já consideram o cinturão ganho, vão às cordas fugindo do embate, de olho apenas nos postos e impostos.

Será que restou alguma coisa do nosso projeto de um país para TODOS? A resposta pode começar a ser construída aqui, na cidade. Ao alcance do meu indicador. Nem tudo está perdido. Não vou ficar chorando as pitangas. Vou lá embaixo, na minha rua, ver se encontro indecisos e-leitores, que queiram compartilhar ideias e ideais. Eu ainda sonho. E você?

Fui.


Fonte: https://www.facebook.com/AdolfoBreder
Foto: do autor: Grafite nas ruas da Tijuca, Rio de Janeiro.

@canalpetropolis #canalpetropolis @canalpetropolisnews

Banner mega

Gostou do post? Compartilhe: