sexta-feira , 28 julho 2017

Justiça determina afastamento do vereador Pastor Sebastião, por suspeita de extorsão

pastor-pastor-sebastiãoSegundo a Polícia Civil, o vereador estaria envolvido no esquema de corrupção do legislativo e ficava com parte dos salários de assessores de seu gabinete.

A Justiça determinou nesta quarta-feira (10) o afastamento de um vereador de Petrópolis. Pastor Sebastião (PSC) é suspeito de extorsão. Segundo as investigações da Polícia Civil e do Ministério Público, o vereador seria um dos participantes do esquema de corrupção deflagrado na Câmara de Vereadores.

Ainda de acordo com as investigações, assim como o ex-vereador Vadinho – preso desde o dia 7 de março por suspeita de concussão (exigir dinheiro) e peculato (desvio de dinheiro público) – o Pastor Sebastião também contratava assessores paro o gabinete e ficava com parte dos salários, no seu último mandato.

A Polícia Civil informou que esteve na casa do vereador afastado no dia 6 do mês passado e, no local, foram apreendidos documentos e um computador. Neste mesmo dia, a pedido do próprio Pastor Sebastião, ele foi exonerado do cargo comissionado que ocupava na Prefeitura e, no dia seguinte, com a publicação da exoneração no Diário Oficial, o pastor assumiu a vaga de primeiro suplente no legislativo.

Pela lei, desde que assumiu a cadeira na Câmara, o Pastor Sebastião passa a ter foro privilegiado e só poderá ser julgado por tribunais. A Polícia Civil também informou que segue investigando outros suspeitos de evolvimento no esquema criminoso em Petrópolis.

Fonte: G1 – Imagem de arquivo

@canalpetropolisnews #CanalPetropolis canal_petropolis

Cursos 24 Horas - Cursos Online

Gostou do post? Compartilhe: