quinta-feira , 24 agosto 2017

Prefeitura e Enel dão início a obras dentro do Plano Verão

e4f5400ba6f2b000de3a9152e5eb34b9_XLFruto de uma parceria entre a prefeitura e a Enel, dentro do Plano Verão, a implantação de redes elétricas subterrâneas teve início nesta quarta-feira (23.08) no Quitandinha. Os trabalhos de escavação de canaletas para enterrar a rede de alta tensão começaram pela Av. Getúlio Vargas. O objetivo do projeto é substituir a fiação aérea por subterrânea em locais onde há queda e árvores ou barreiras, que causam interrupção do fornecimento de energia. Esse trabalho também vai acontecer em Centenário, Valparaíso e Bonfim, beneficiando cerca de 50 mil moradores.

O novo sistema levará melhorias não só aos moradores das vias onde será feito o serviço, mas para toda a região. Galhos ou troncos que caem sobre a rede de alta tensão ou mesmo barreiras que comprometem postes – situações recorrentes durante o período de chuvas de verão –  em geral causam um impacto muito maior do que apenas no local. Isso porque a rede de alta tensão faz a transmissão de energia para outras localidades. Com isso, quando há o rompimento desses cabos, o fornecimento é interrompido também em ruas próximas.

No caso da Av. Getúlio Vargas, por exemplo, quando a fiação se rompe, os reflexos são sentidos por moradores de ruas como Espírito Santo e Rio de Janeiro, que acabam ficando sem luz. Nessa região, a concessionária tem quase 3,5 mil clientes – ou seja, essa medida do Plano Verão vai beneficiar cerca de 14 mil pessoas apenas no Quitandinha.

A obra vai percorrer 182 metros da rua e a canaleta será aberta em trecho da calçada. As canaletas têm um metro de altura e pode ter 30 ou 40 cm de largura. A passagem dos cabos subterrâneos só vai acontecerá depois da instalação dos dutos.

O responsável pelo Polo Serrano da Enel, Rodrigo Almeida, contou que a ideia que nasceu em Petrópolis já está sendo levada pela Enel para outras cidades. Em Bom Jesus do Itabapoana, por exemplo, as obras já começaram.

“O trabalho aqui no Quitandinha começou mais rápido do que imaginávamos e não encontramos nenhum problema durante a escavação. Esse serviço vai diminuir a necessidade de podas preventivas e os atendimentos de emergência”, disse

Além da Av. Getúlio Vargas, as redes subterrâneas serão feitas na Rua Pedro Stumpf Sobrinho (Centenário), na Rua Dr. Agostinho Goulão (Bonfim) e Rua Lopes de Castro (Valparaíso) – subida da Batata Frita. Juntas, essas três obras vão percorrer 801 metros e beneficiar cerca de 35 mil moradores.

Divulgação: Imprensa PMP

@canalpetropolis #canalpetropolis

Banner mega

Gostou do post? Compartilhe: