segunda-feira , 24 setembro 2018

Empresário acusado de estelionato em Petrópolis e Friburgo é preso pela Polícia Civil

operação FN CapitalNa operação foram apreendidos dinheiro, relógios, arma e documentos na casa do suspeito.

Na manhã desta sexta-feira (17), policiais civis da 105ª Delegacia Policial de Petrópolis prenderam Luis Arnaldo das Neves Oliveira. O empresário foi alvo de investigação iniciada em janeiro deste ano e na data de ontem foi denunciado por prática de crimes previstos nos artigos 171 do Código Penal e 1o da Lei 9613/98 (estelionato e lavagem de dinheiro). Luis Arnaldo teve sua prisão preventiva decretada pelo juízo da 1a VC de Petrópolis que acolheu as razões expostas em representação formulada pelo Delegado Assistente da 105 DP, Dr João Valentim dos Santos Neto.
Durante a investigação foi apurado que Luis Arnaldo, teria lesado diferentes vítimas em operações fraudulentas de câmbio. Os fatos teriam ocorrido no início do ano de 2018.
Luis ainda responde a outros inquéritos instaurados na 105ª DP, que apuram episódios ocorridos ao longo dos últimos dois anos. Diversos lesados em diferentes operações financeiras procuraram a delegacia de Petrópolis para narrar fatos ocorridos no período mencionado.
Luiz Arnaldo também é investigado por outras quatro unidades da polícia civil do Rio de Janeiro além de ser alvo de inquérito que tramita na Superintendência Regional da Polícia Federal de Macaé.
Em meio às buscas realizadas na residência do acusado e na sede de sua empresa FN Capital, localizadas na cidade de Nova Friburgo, os policiais encontraram uma pistola calibre 9 milimetros de uso restrito municiada, dezenas de relógios de luxo, computadores e vasta documentação que será analisada nos próximos dias. Também foi alvo de busca a casa do pai de Luis Arnaldo na cidade de Petrópolis. O suspeito foi autuado por prática de crime previsto no artigo 16 da Lei 10826/03 (posse de arma de calibre restrito) além de ter sido preso preventivamente pelos crimes noticiados no inquérito 31/18.
As investigações prosseguem e outras vítimas serão ouvidas nas próximas semanas.

Divulgação: 105ª DP – Foto de Adilson Ramos (Inter TV)

@canalpetropolis #canalpetropolis

Banner mega

Gostou do post? Compartilhe: