segunda-feira , 24 setembro 2018

Festival Internacional de Corais abre com a nona sinfonia no Quitandinha

festival internacional de coraisA Nona Sinfonia de Beethoven é a grande atração da noite de abertura do FIC Petrópolis, nesta sexta-feira (17.08), às 20h, no Palácio Quitandinha. A grande obra terá regência do maestro Marco Aurélio Lischt, e será executada nas vozes dos Corais dos Canarinhos, Meninas dos Canarinhos, Coral Municipal, Coral da UCP, com acompanhamento da Orquestra Filarmônica de Petrópolis. O Festival Internacional de Corais vai até o dia 26 de agosto, com extensa programação, a maioria gratuita.

Para compor “A Nona”, Ludwig van Beethoven utilizou, pela primeira vez numa sinfonia, a voz humana com o mesmo destaque dos instrumentos. Tornou-se, por isso, uma das obras mais relevantes do repertório ocidental, tão marcante que ultrapassa gerações, permanecendo atual após quase 200 anos de sua criação.

No site www.ficpetropolis.com.br tudo sobre a primeira edição do festival, que oferece grupos musicais das mais diversas formações, do popular ao erudito, durante 10 dias de concertos gratuitos na praça D. Pedro, Palácio de Cristal e Catedral S. Pedro de Alcântara. Concertos de Gala no Theatro D.Pedro, além de abertura e encerramento no Quitandinha, têm preços populares a R$ 20 e R$ 10 (meia), à venda na bilheteria do teatro (2235-3833). Área VIP para os concertos no Quitandinha tem ingressos a R$70 e incluem vin d´honneur com os artistas da noite (informações: (24)2243-7230/1223). Os demais espaços têm entrada franca.

“O festival vem ajudar a fomentar o desenvolvimento econômico da cidade. A expectativa do setor turístico e do comércio é bastante positiva. Vamos receber muitos envolvidos com o próprio evento e visitantes atraídos pela programação do FIC”, completa o maestro Leonardo Randolfo, diretor geral do evento e diretor-presidente do IMCE. Esta empreitada conta com a realização do Instituto Movarte, co-realização da prefeitura por meio do Instituto Municipal de Cultura e Esportes, e patrocínio da Águas do Imperador. Petrópolis recebe cantores de outras cidades e estados brasileiros, da Argentina e do Chile, promovendo grandes espetáculos e intercâmbio entre os grupos.

GRUPOS DA ABERTURA

Grupos musicais de excelência participarão do Concerto de Abertura. Orquestra Filarmônica de Petrópolis, que tem no currículo concertos de gala nos mais importantes palcos petropolitanos, como a execução do oratório “A Paixão segundo S. João” de Bach, peça, até então inédita em Petrópolis. Coral Municipal de Petrópolis, recém reestruturado por concursos públicos, considerado um dos melhores coros de câmara do país, responsável pela estreia no Brasil de obras como a Missa Coralis/Lizt, e a Missa para Coro e Órgão/Brahms. Coral da UCP dedica-se especialmente à Música Sacra, com destaques em sua trajetória como o 2° lugar no Concurso Nacional de Corais do projeto Um Natal Bem Brasileiro, em 1997, e a gravação do 1º CD como prêmio. Coral dos Canarinhos de Petrópolis, coro de meninos mais antigo do Brasil, possui trajetória marcada pela tradição e pioneirismo, com milhares de apresentações no país e no exterior em 76 anos, e 18 álbuns gravados. Coral das Meninas dos Canarinhos de Petrópolis, com repertório de música sacra, folclórica e popular, seu currículo destaca a participação no Projeto Aquarius, na Sinfonia nº 8 “dos MIL” de Mahler; e no projeto MPB em Conversa, sobre o ciclo da música popular brasileira relacionada à história do Brasil.

Ao entrar para o calendário anual, o FIC Petrópolis consolida a cidade como Capital Nacional do Canto Coral e agrega valor a este atuante segmento, que congrega dezenas de grupos de todos os gêneros, envolvendo cantores dos 8 aos 80 anos de idade.

Divulgação: PMP

@canalpetropolis #canalpetropolis

HIPER CANAIS BANNER 728

Gostou do post? Compartilhe: