quinta-feira , 16 agosto 2018

Testes das sirenes do Sistema de Alerta e Alarme são realizados pela Defesa Civil e Ações Voluntárias

557cc581473ee2a9823afc1a5b614940_XLDando continuidade as ações de prevenções contra desastres, a Defesa Civil e Ações Voluntárias, testou as sirenes do sistema de alerta e alarme que estão instaladas em 12 bairros do município. Os testes acontecem todo dia 10 às 10h e dia 20 às 20h de cada mês. Nesta sexta-feira, os testes começaram pelo equipamento do Vale do Cuiabá. Todas as sirenes passaram nos testes e estão funcionando normalmente.

O objetivo da verificação é garantir que todo o sistema esteja funcionando no momento em que for necessário o acionamento, além aprimorar a comunicação dos agentes com a comunidade. Foram testadas as sirenes da 24 de Maio, Alto da Serra, Vila Felipe, Sargento Boening, São Sebastião, Siméria, Independência, Dr. Thouzet, Quitandinha, Bingen, Gentio e Vale do Cuiabá.

“Mantemos a regularidade dos testes de forma a não apenas testar os equipamentos, mas também familiarizar a população das áreas mais vulneráveis aos deslizamentos de terra e inundações com o sistema de alerta e alarme por sirenes contra chuvas fortes”, explicou o Secretário de Defesa Civil e Ações Voluntárias, Paulo Renato Vaz.

A equipe da Defesa Civil organiza os agentes voluntários que ficam nos pontos de apoio, a maioria em escolas municipais, de cada bairro. Eles ficam aguardando o início das verificações e o momento em que as sirenes são acionadas por um agente operacional, por acesso remoto da própria sede da Defesa Civil. Caso algum equipamento apresente algum problema, a Defesa Civil envia um relatório para empresa responsável – GridLab, e ela executará o reparo.

“O teste é feito duas vezes ao mês em horários distintos, para avaliar a capacidade sonora das sirenes, que estão instaladas em locais estratégicos e nos bairros que são considerados de risco. Precisamos avaliar se as sirenes estão atingindo os pontos corretos. No teste de hoje, todas as sirenes funcionaram normalmente. Faremos também vistorias em todos os pontos de apoio”, contou o Diretor Técnico e Operacional, Pedro Alcântara.

A Defesa Civil possui uma Central de Operações, com monitoramento 24h de índices pluviométricos, sirenes, radares, alerta de cheias entre outras ferramentas, onde quatro equipes se revezam. O próximo teste acontece no dia 20 de agosto, às 20h.

Divulgação: Imprensa-PMP
@canalpetropolis #canalpetropolis

HIPER CANAIS BANNER 728

Gostou do post? Compartilhe: