fbpx
domingo , 9 dezembro 2018

Empresário é autuado por falsa comunicação de roubo de veículo

gol falsa comunicação de rouboA semana começou com mais uma notícia de roubo circulando entre os grupos de WhatsApp. Antes mesmo que a suposta vítima se apresentasse na delegacia para noticiar o fato, policiais civis e militares, cientes da circulação de imagens de um veículo e áudio de um homem narrando ter sido vítima de roubo nas proximidades da “antiga esperança”, na cidade de Petrópolis, passaram a se movimentar visando localizar o veículo, recuperar o bem e prender o suposto assaltante. Ainda na noite de 26/11/2018, segunda-feira, o empresário RCP compareceu na 105ª Delegacia Policial de Petrópolis narrando que havia sido vítima de roubo a mão armada na Rua Bingen, em frente à antiga garagem Flex. Reproduzindo o áudio que já estava circulando em redes sociais e cuja autoria assumiu, o empresário afirmou que seu veículo VW/Gol, cor branca e placa KXK-2563 havia sido subtraído pelo assaltante armado com um trabuco.
Ainda na noite de segunda-feira e nos dias que se seguiram, policiais civis fizeram buscas no local e trocaram informações com outras unidades e outras forças de segurança. Cumpridas as diligências, com base em analise de monitoramento e cruzamento de informações entre órgãos de segurança pública, foram colhidos indícios de que o episódio narrado por RCP não havia acontecido ou não havia acontecido da forma como havia sido noticiado. A inconsistência nas informações prestadas pela suposta vítima corroboraram os indícios de falsidade já colhidos. Na manhã de 29/11/2018, chamado a esclarecer pontos controversos, o empresário assumiu ter simulado o roubo para receber o seguro do veículo.
O empresário foi novamente ouvido, confessou ter comunicado o crime de forma fraudulenta para auferir vantagem indevida em detrimento da seguradora. O empresário não quis revelar o nome de seus comparsas e nem o que foi feito do automóvel.
Episódios recentes mostraram que o fato envolvendo o empresário não está isolado. Em 09/03/18, TSS foi preso em flagrante quando comunicava roubo de seu veículo Tucson. Naquela ocasião, TSS , assim como o empresário RCP, após narrar roubo em bairro da cidade, ciente que as diligências preliminares falavam contrariamente ao crime, confessou que comunicava falsamente o crime para receber seguro do veículo.
O estado de alerta que vivem policiais civis e militares, o constante desdobramento de policiais para manter a cidade mais segura e levar a população sensação de proteção fazem do episódio ainda mais repudiável e irresponsável. A sociedade petropolitana vem se movimentando em torno das forças de segurança para garantir recursos e para otimizar esforços e a conduta do empresário RCP serve tão somente para tentar, além das vantagens desejadas, desvirtuar o trabalho que vem sendo realizado por polícia civil, polícia militar e guarda municipal.
Ricardo foi autuado e responderá em liberdade por estelionato, devido à fraude no recebimento do seguro, e por falsa comunicação de crime.

Informações: 105ª DP

@canalpetropolis #canalpetropolis

Banner mega

Gostou do post? Compartilhe: