fbpx
domingo , 9 dezembro 2018

Sorteio define novos moradores de conjunto habitacional da Posse

sorteio apartamentos da posseDefinição de cada uma das 120 unidades habitacionais foi feita por sorteio nesta quinta-feira (22.11)

Entrega de 72 moradias será em dezembro e as demais, no início do ano que vem

Já estão definidos os apartamentos que cada uma das 120 famílias irá ocupar no Conjunto Habitacional da Posse. A definição foi feita por sorteio nesta quinta-feira (22.11). São 72 unidades que serão entregues pelo governo do Estado em dezembro e as demais pela prefeitura no início do ano que vem. Mais de 150 pessoas acompanharam o sorteio, realizado pelas secretarias de Obras, Habitação e Regularização Fundiária e de Assistência Social, ao lado da Cehab (Companhia Estadual de Habitação) e da Defensoria Pública.

São 144 moradias na Posse, mais 776 no Vicenzo Rivetti, que também está fase final de construção, e mais de 1 mil unidades que serão feitas no Caetitu, na Mosela, em Benfica, no Vale do Cuiabá e na Estrada da Saudade.

Durante o sorteio, não faltou emoção de quem finalmente vai poder receber as chaves da casa. É o caso do aposentado Antônio Duarte Teixeira. Ele recebe aluguel social há 14 anos, depois da casa dele ser interditada por uma queda de barreira em 2004. Com 76 anos, ele vai levar a esposa e o enteado para morar no que considera “o maior presente da minha vida”.

“Eu não tenho palavras para agradecer isso. Vou completar 77 anos em maio e essa casa é o maior presente da minha vida. Moro aqui na Posse há cinco anos. Agora, é só felicidade poder ter uma casa de novo”, disse.

Os futuros moradores agora vão visitar as unidades. Essas vistorias servem para, além das famílias conhecerem os apartamentos onde vão viver, realizarem os testes para verificar se o chuveiro está funcionando, se está saindo água da torneira, se as portas estão abrindo normalmente, entre outros pontos.

O sorteio serviu para definir em blocos, andares e apartamentos cada família vai ficar. Pessoas com deficiência e com mobilidade reduzida, por exemplo, foram priorizadas nos andares térreos e foram sorteados primeiro. O apartamento 102 de cada bloco possui soluções de acessibilidade. Depois, foram sorteados os demais. O operador de produção Ioderlan dos Santos Silva, ficou feliz porque vai morar no terceiro andar.

“Para mim, que trabalho de noite e preciso dormir de dia, ficou ótimo. Não posso ficar mais feliz, estou ansioso para poder entrar logo para minha casa. Agora é só agradecer, porque desde 2011 estamos nessa batalha”, afirmou.

Conclusão das obras

O conjunto é feito em parceria pelo governo do Estado e pela prefeitura, cada um responsável pela construção de 72 unidades. Da parte da prefeitura, 24 foram entregues em 2016, porém, com vazamentos e infiltrações. Esses já estão sendo reformados. As outras 48 estão com 75% conclusão. Dois blocos já estão finalizados e nos outros dois, estão sendo concluída pintura, parte hidráulica, instalação de louças e outros acabamentos.

Por parte do Estado, os trabalhos chegaram a ocorrer em até três turnos e agora já está na fase de revisão para conferir se já está tudo no lugar: portas, torneiras, pia, tanque, chuveiro, tomadas, entre outros detalhes. Os apartamentos têm cerca de 40 m², com dois quartos, sala, banheiro e cozinha/área de serviço.

“A Defensoria Pública acompanhou sempre de perto todo esse processo para dar total transparência e não poderia deixar de estar aqui comemorando essa conquista de vocês”, disse o defensor público, Cléber Francisco Alves.

Divulgação: PMP

@canalpetropolis #canalpetropolis

HIPER CANAIS BANNER 728

Gostou do post? Compartilhe: