sexta-feira , 19 janeiro 2018

Adolfo Breder

Crônica de Domingo – Nosso Tempo Com Cortesia

12273815_986394921401705_7716985892239444301_o

Nosso Tempo Com Cortesia (Edição Nº 40, de 06-12-2015) © Adolfo Breder “O tempo perguntou pro tempo: – Quanto tempo o tempo tem? E o tempo respondeu pro tempo: – O tempo tem tanto tempo quanto tempo o tempo tem!” O tempo por definição é infinito. Para Deus. Para as ... Leia Mais »

Crônica de Domingo – A Alma Dá Foto

12308500_983079275066603_6587996816741670127_n

A Alma Dá Foto (Edição Nº 39, de 29-11-2015) © Adolfo Breder A minha infância tinha uma referência forte na lata de biscoitos redonda em que minha mãe guardava as fotos da família. Vi e revi as poses amareladas e a cada visita novas histórias eram lembradas e compartilhadas. Aprendi ... Leia Mais »

Crônica de Domingo – Perambular / Viver Cidade

12273609_979858042055393_2870892232813516609_o

Perambular / Viver Cidade (Edição Nº 38, de 22-11-2015) © Adolfo Breder PERAMBULAR Qual o tamanho da sua cidade? Não precisa ir ao Google para consultar a população ou a área ou compará-la com as mais conhecidas o país. Quem mora na Zona Leste conhece a Zona Sul? O pessoal ... Leia Mais »

Crônica de Domingo – Marrom, Vermelho e Laranja

bandeira lama

 Marrom, Vermelho e Laranja –  (Edição Nº 37, de 15-11-2015) © Adolfo Breder Que semaninha! Prezado leitor, há momentos em que os assuntos são tantos e todos tão importantes, que fica difícil escolher apenas um para o nosso encontro semanal. Vocês já devem ter percebido pelo título, que os tons ... Leia Mais »

Crônica de Domingo – A Fila da Fila

12234934_973248299383034_7434695705595600973_n

A Fila da Fila  (Edição Nº 36, de 08-11-2015) © Adolfo Breder Fila é evento social. Nos supermercados de bairro formam-se diariamente bem antes da hora da abertura das lojas. Nascem ali amizades que se renovam diariamente e são passatempo habitual da Terceira Idade, de muitos aposentados. Tem gente que ... Leia Mais »

Crônica de Domingo – Morte e Vida

morte e vida

Morte e Vida (Edição Nº 35, de 01-11-2015) © Adolfo Breder Dois pequenos textos para a leitura rápida do feriado, onde continuo brincando com as palavras! Semana de Finados Segundas intenções movimentam Terças partes de mim Esquartejadas e inconfidentes Até o quinto dos infernos dantescos Registrado em meu sextante Num ... Leia Mais »

Crônica de Domingo – Adolfo Breder

12188135_966349966739534_5247597720686783735_o

(Edição Nº 34, de 25-10-2015) © Adolfo Breder Omnibus Há duas formas básicas de se andar no ônibus. Desligar-se por completo da realidade, seguindo mecanicamente sob as influências e vibrações da condução. Outra é observar o que acontece na virada de 360º que evolui pelos caminhos. No interior de Minas ... Leia Mais »

Crônica de Domingo – Mil e Uma Noites

12108199_963056990402165_862225448641983026_n

Mil e Uma Noites (Edição Nº 33, de 18-10-2015) © Adolfo Breder Iniciei minha carreira profissional, de carteira assinada, como digitador no Banco do Brasil. Eu tinha passado no concurso, mas as vagas oferecidas eram para estados do Nordeste. Eu estava no último ano do meu curso de Física, o ... Leia Mais »

Crônica de Domingo – Escrevendo, Literando, Sei Quem Sou

11219511_959925347381996_390100058778100743_n

Escrevendo, Literando, Sei Quem Sou (Edição Nº 32, de 11-10-2015) © Adolfo Breder (Edição Nº 32, de 11-10-2015) Três pequenos textos arteiros para marcar o nosso encontro neste feriado e véspera do Dia das Crianças que existem dentro de nós. ESCREVENDO divirto-me divido-me duvido-me LITERANDO afogo o fogo na água ... Leia Mais »

Crônica de Domingo – Aviar, Treinar, Avaliar

adolfo breder

Aviar, Treinar, Avaliar  (Edição Nº 31, de 04-10-2015) © Adolfo Breder Nas Minas Gerais em que nasci, bem no interior da Serra da Mantiqueira, em Manhumirim, na farmácia do Tenente Mauro a gente entregava a receita específica que o Dr. Pedrosa, médico da família, prescrevia com aquela caligrafia incompreensível para ... Leia Mais »